quarta-feira, 3 de junho de 2009

Adoro desafios!


Trabalho é uma coisa engraçada... principalmente quando o contato com o público é muito frequente, como no meu...

Utilizando um conceito de uma grande amiga, pude classificar o meu dia hoje no trabalho como "Um dia de desafios". Isto é, só servicinho de corno. Não me entendam mal... eu adoro o que eu faço!

Mas enfim, é incrível como clientes sem noção conseguem se reunir todos num dia só e atazanar uma pessoa X. Hoje, foi o meu dia. Mas eu não discrimino. Trato todos com a mesma cortesia. Mas para ilustrar, tive os seguintes:

- Uma cliente que sabe bem que temos um site e catálogos com todos os nossos produtos e ainda assim faz questão que eu passasse a listagem completa dos vinhos espanhóis por e-mail... Não seria problema se não fossem mais de 300 produtos. Precisei copiar um por um do sistema.

- Um velhinho que ficou tão feliz, mas tão feliz com meu atendimento, que ele passou a tarde toda me ligando de 10 em 10 minutos para falar dos vinhos que ele já provou, dos que ele quer provar, dos que ele viu no site...

- Um estudante de administração GV que me aparece com um livro nada mais e nada menos intitulado "1001 vinhos que você precisa provar antes de morrer", com a missão de que eu deveria encontrar 1 rótulo lá dentro com bom custo-benefício, e de preferência da mesma safra.

Olha, atendi todos com o maior prazer do mundo... Mas, puta merda... Servicinho de corno esses! 

Ou melhor, adoro desafios!

3 comentários:

Ana Luiza disse...

hahahahahaha
ADORO DESAFIOS foi muuuuito bom!
Escuto muito essa frase...rs
Tava com saudades das suas histórias. To amando!!!

Mireille Fontanesi disse...

Bom, miga...vamos dar a mão e sair andando o nosso barco é o mesmo né rsrsrsrsrs

Amo suas histórias...

Bjs

Ana Paula Lasarin disse...

Não acredito muito em inferno astral, mas que existe um dia de corno, eu acredito... E aproveito para animá-la ainda mais, além de listas imensas que eles pedem, há os que simplesmente nem compram 01 única garrafa. Quando não satisfeitos, eles pedem para refazer as listas infinitas vezes... mas o trabalho de vender é exatamente esse: TÃO SOMENTE VENDER e não criar o vínculo de "amizade" e conquistar eles com simpatia, alegria, paixão pelo vinho e ser quem somos... Esse é o preço de gostar do que faz e fazer bem feito!!!

Bjinhos