quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Alguém me acode. Minha mãe está descontrolada.

 Eu volto pouco pra Batcaverna lá. Mas quando volto, minha mãe fica enlouquecida querendo agradar Na verdade, a descrição dela da tamanha felicidade que ela sente quando eu vou visitar foi a seguinte:

"Ai, filha! Quando você volta pra casa a gente fica igual pintinho no lixo!"

Eu ri, muito, porque ela me explicou que quando meu avô jogava resto de comida pros pintinhos que criava no quintal, eles ficavam muito alegrinhos, do jeito que um pintinho pode ficar, remexendo naquela abundância toda de "lixo" só pra eles. Ruim mesmo não foi ouvir isso. Pior foi ver minha mãe "batendo as asinhas", ciscando no chão e falando "piu piu piu", do jeito mais descordenado que só ela sabe fazer.

Depois do almoço fui pro lugar mais óbvio do mundo: o banheiro. Quando uma pessoa relativamente normal entra dentro do banheiro, faz outra coisa óbvia: tranca a porta. Não é da conta de ninguém nesse mundo o que você faz ou deixa de fazer dentro de um banheiro após o almoço. Certo? É hora de escovar os dentinhos, fazer as necessidades fisiológicas, pra depois cair no sofá e roncar até que a terra trema. É hora de privacidade plena e absoluta. Eis que alguém bate na minha porta:

"- Filha?
- Ai. Hum?
- Tá fazendo?
- Errr... estou no banheiro, mãe.
- Abre aí!
- Hein?
- Abre a porta pra mim!
- Como assim? Pra quê?
- Eu quero te dar um chá!
- Agora?
- É! Eu acabei de fazer! Vai esfriar!
- Você quer me dar um chá agora e dentro do banheiro. Simplesmente não pode esperar.
- ..."

Ontem minha mãe veio pra Gotham City e me ligou da 25 pra saber se queria algo de lá. Disse que queria uma meia preta. Ela me comprou uma branca rendada, uma de flores coloridas e uma de oncinha, e não se aguentou e veio até meu trabalho pra me mostrar. Ao ver as meias, comentei:

"- Nossa, mãe... essa parece ser muito pequena pra servir em mim...
- Que nada, filha! Ela estica, que nem couro de pica!"

Bom... Então tá, né...

2 comentários:

Anônimo disse...

Já adoro a sua mãe sem conhece-la rsrsrs Me monstra depois a meia de oncinha rsrs

Debora Fiore

Talitta Albuquerque disse...

A de oncinha é tudo na vida de uma garota... Quero ir na balada HOJE só pra me exibir por aí...