terça-feira, 26 de junho de 2012

Inclusão digital

A geração dos meus pais não nasceu para lidar com "tecnologia". A não ser que você, caro leitor, tenha pais que trabalham com TI, desenvolvimento de softwares e tudo e tal, você saberá do que falo. É um bloqueio condicionado aos cidadãos que nasceram de 1960 para baixo.

Fico admirada com a dificuldade de assimilação de como usar certas coisas e com a resistência de usar ferramentas que vieram ao mundo para fazer a nossa vida mais prática, rápida e feliz. Eu vivo conectada 24/7. Assumo meu vício irremediável. Durmo com o smartphone. Não sei viver sem e-mail, 3G, wifi, skype, whatsapp, facebook, GPS, "cloud", Youtube. Essa coisa de "acho uma delícia viver isolado(a) da civilização"... é o caralho! Eu tenho é ataque de pânico quando o 3G começa a falhar! Eu resolvo a minha vida pela internet. Faço compras (aliás, sem mais baratas), pago contas (sem pegar fila), combino encontro com os amigos, trabalho. Essa é a minha vida, este é o meu clube. 

Dia desses, na firma...

"- Alô, oi. Eu sou cliente de vocês e vocês não me mandaram o último catálogo. Eu estou com pressa pra fazer uma compra. Poderia me enviar um pelo correio?
- Ah, a senhora poderá visualizar o nosso catálogo completo online através do nosso site www.firma.com.br e...
-  Não, meu bem. Veja, o meu chefe não sabe usar essas coisas... Ele prefere ter o caderno pra folhear e ver as coisas direito. Não tem graça ver pelo computador.
- Sim, mas Correio e pressa não combinam exatamente...
- O que?
- Fica tranquila que vou colocar no correio."

Uma semana depois...

"- Alô? Então, meu catálogo ainda não chegou..."

JURA?

Mas é claro, existem situações que rendem algumas risadas...

Dia desses, em casa:

- "Filha! Adivinha!? Aprendi a passar e-mail e fazer um scanner!"

Achei meigo. Horas mais tarde...

"-Filha, como é que eu acesso o Hotmail?
- www.hotmail.com, pai.
- Peraí... como é?
-Abre o Explorer, pai...
- Que?
- A página da internet...
- Esse E aqui, né?!
- Isso...
- E agora?
-  Agora você digita "dabo labo dabo dabo, ponto ponto, barra barra"(tentativa de imitar a Fala Sônia)...
- Não entendi! (pai não tem intimidade com o Youtube)
- Errrr, brincadeira... só digitar o endereço do Hotmail. Mas desde quando você tem Hotmail?
- Pois, é! Descobri que tinha esses dias... acredita?
- Não..."

 Outro dia, com a mãe dentro do carro em viagem para Neverland, ouvindo música com rádio conectado ao bluetooth do celular...

"- Como é que você fez isso?
- Isso o que, mãe?
- Você mudou de música sem mexer no rádio!
- Ah, é o bluetooth mãe...
- Quem?
- Blú-tú-fi!
- Ah... e o que é isso?
- É uma tecnologia de compartilhamento de dados entre dispositivos eletrônicos. No meu caso, entre o rádio e o celular...
- Ah."

(alguns minutos mais tarde)

"-  Não entra na minha cabeça...
- O que, mãe?
- Como é que pode você mandar as músicas daí pra lá...
- É tipo conexão de internet wifi...
- ???
- Aquela do bagulinho que você tem na mesa do computador que só eu e o irmão usamos... 
- Ah. Mas o rádio não é computador...
- Mãe, é tipo assim, presta atenção: eu entro no carro com meu celular. O celular vê meu rádio e começa uma conversa 'Oi! Tudo bom? Você tem blú-tú-fi?'. Aí o rádio na hora responde "Oi! Tudo bem, e vc? Tenho sim!'. Aí o celular responde 'Legal! Vamos compartilhar dados? Eu mostro minhas músicas pra você e você toca?'. E o rádio responde 'Supimpa! Vamos sim!'. Entendeu?
- Entendi! Aí eles viram amiguinhos! Haha! Que bonitinho isso!"




Um comentário:

Anônimo disse...

Chorei de tanto rir kkkkk lá em casa é a mesma coisa quando o assunto é modernidade kkkk

Bjs
Debora Fiore